Adoção de animais – Como fazer?

Oi gente!!

Depois de um longo e tenebroso inverno (tá, nem tanto assim), voltei! Tava numa correria só no trabalho e não consegui dar a atenção que queria ao blog, mas agora estou de volta! x) Hoje vou deixar um pouco de lado assuntos relacionados à casa, DIY, decoração e comida e vou falar um pouquinho mais de um assunto tão importante: a adoção de animais.

1011207_4003489703836_1150906723_n

(essas são as minhas filhas lindas e maravilhosas ♥)

Ano passado, em junho, fazia 4 meses que eu e o Pedro já morávamos juntos e sentíamos muita vontade de ter um animal em casa. Como às vezes viajamos e trabalhamos o dia todo, um cachorro seria uma opção um pouco egoísta. É um animal maravilhoso, mas que requer mais cuidado, tempo e disposição. É preciso levá-lo para passear, para brincar, não pode ficar sozinho e é um pouco mais dependente. Por este motivo, optamos por adotar um gatinho. Confesso que nunca fui muito apaixonada por gatos (muito pelo contrário), sempre fui uma doglover. Mas a característica independente deste animalzinho foi decisiva para a nossa escolha. E então, fomos em busca de uma ONG de adoção de animais.

Conhecemos a ONG Natureza em Forma, uma associação que realiza resgate de animais abandonados ou vítimas de maus tratos e cuida, castra e vermifuga para disponibilizá-los para adoção. O centro de adoção fica no centro de São Paulo, na Rua General Jardim e também na Rua Rego Freitas (na Matilha Cultural) e eles têm vários tipos de animais, e de todas as idades: gatos, cachorros, galos de rinha, etc. É bem bacana porque você pode ficar brincando com o animalzinho e escolhê-lo com calma (ou esperar que ele te escolha, né?). Foi num sábado a noite que adotamos a Penny e a Lane, duas gatinhas viralatas lindas e maravilhosas, que trazem muito amor a esta casa.

Quando você decide adotar um animal, os colaboradores da ONG fazem uma entrevista com você para se certificarem que você é uma pessoa responsável e que cuidará com muito amor e carinho do seu novo filhinho. Ah, importante, no caso de gatos, é obrigatório que você coloque telas de proteção nas janelas, caso contrário, não terá sua adoção liberada. Pessoas que moram em casa e querem gatos também encontrarão mais dificuldade, pois são mais suscetíveis às fugas dos felinos. Além disso, na adoção você recebe um cartão de vacina do seu animal e também deve pagar uma taxa de contribuição para ajudar na manutenção do local. Na época, a contribuição na adoção de animais filhotes era de R$ 120,00 e de animais adultos R$ 60,00.

Quer uma companhia para você ou para o seu filho? Não compre, adote! Há muitos bichinhos lindos por aí esperando para serem adotados e que darão muito amor à você e à sua família!

E você, já adotou algum animal? Me conta sua experiência!

Beijitos

Anúncios

Um comentário sobre “Adoção de animais – Como fazer?

  1. Pingback: TAG – Meu Bichinho de Estimação / Meet My Pet | Abilolando

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s