Gripe em Gatos – Fique ligado!

Hoje o assunto é um pouquinho diferente, mas acho que vale muito a pena compartilhar: Gripe nos gatinhos. E agora?

lane(essa é a minha linda Lane na época de dodói ♥)

Eu e o Pedro adotamos nossas filhotas felinas ano passado, em junho. Uma das nossas babies, a Lane, já veio doentinha, com gripe. Saímos da ONG já com ela medicada, e devíamos continuar a medicação por mais cinco dias. Ela espirrava bastante e saía bastante secreção do nariz dela, tadinha. Com isso, ela ficava toda amuadinha, o que piorou pela mudança de ambiente, de ir para um lugar que ela nunca foi, com pessoas que nunca viu na vida. Acontece que os dias foram passando e nada da gripe melhorar, inclusive após o término do medicamento. Eu e o Pedro ficamos bastante preocupados e voltamos na ONG, que tem atendimento homeopático veterinário, e pegamos mais medicamento. Depois de uns quatro dias, ela permanecia espirrando e com bastante secreção. Não deu outra, a levamos de emergência para uma Clínica Veterinária em Santana: O Bicho Comeu, acesse a fanpage deles clicando aqui. Foi essencial a termos levado para essa consulta, pois a Lane já estava com um nível avançado de gripe, podendo, até, desenvolver pneumonia. Aí sim, com o medicamento correto, com inalação e com o tempo, ela conseguiu se recuperar. Ela teve problemas de adaptação, não comia direito, não se relacionava bem com a Penny (a irmãzinha) e desenvolveu Fecaloma, e não conseguia evacuar. Mãããs, isso é assunto para outro post. Sobre a gripe felina, vale lembrar que ela é transmitida por um vírus e é transmissível para outros gatinhos que você tiver em casa, principalmente pela liberação da secreção pelo espirro. Então não adianta só cuidar do tratamento do gatinho doente, deve-se, também, cuidar do saudável!

Agora, se o seu gatinho apresentar alguns dos sintomas da gripe, é IMPORTANTÍSSIMO que o leve para um veterinário, pois é muito grave! De acordo com o site Agenda Pet, a rinotraqueíte, (como é chamada a doença) se não tratada, ou se acometer um animalzinho já debilitado, pode evoluir para consequências muito graves. Essa doença pode provocar úlceras muito sérias nos olhos do gatinho e em sua boca, o que pode causar cegueira e impedir o animal de se alimentar. Se, além de doente, ele ficar desnutrido, por não conseguir comer devido às dores na boca, o animal fica cada vez mais fraco, e o quadro pode se agravar porque o organismo fica sem chances de se reestabelecer, o que pode levar ao surgimento de outras doenças, como a pneumonia, e até levar ao óbito.

Saiba identificar e entender os sintomas:

  • falta de apetite;
  • febre;

  • espirros;

  • apatia;

  • olhos lacrimejantes;

  • coriza;

  • conjuntivite;

  • lesões no interior da boca.

Gente, isso é super sério! É simples de tratar, mas não podemos nos descuidar. Esses gatinhos são super frágeis e, se o temos como filho, devemos cuidar como tal, não é? Recomendo muito a Clínica Veterinária o Bicho Comeu, pois a Lane foi tratada com muito cuidado e seriedade!

lanepenny

(Penny cuidando da Lane na época de dodói – lindas! ♥)

Beijos e até mais!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s