Falando Sobre: Once Upon a Time

Aiai, essas minhas férias do trabalho têm sido de Deus, viu? Eu não sou muito da balada, adoro ficar em casa fazendo nada com o Pedro e as minhas filhas felinas, não há nada melhor. Já tinha um tempo que eu estava querendo começar a assistir uma série nova, mas nunca sabia qual. Assisti a primeira temporada de Walking Dead e não tive suuper interesse de assistir as demais, quero assistir Sons of Anarchy, Dexter e Doctor Who mas ainda não me veio a inspiração de começar a assistir. Eis que essa quarta-feira (o início do fim da minha vida produtiva), enquanto o Pedro estava na pós-graduação, decidi começar a assistir Once Upon a Time. Já tinha ouvido algumas pessoas falarem da série, mas o Pedro nunca quis assistir comigo, e confesso que não estava com muita vontade também. Mas nessa quarta-feira eu queria ver alguma coisa light, e achei que me entreteria bem com Once Upon a Time. E GENTE, PERDI A VIDA. Terminei agora a primeira temporada, numa maratona incessante de OUAT. E não é que gostei? Tô viciada! Adoro contos de fada, e é muito bacana reconhecê-los na série. Once Upon a Time ganhou meu coraçãozinho e assistirei até o final e conto pra vocês por aqui de novo, o que eu achei da série completa. Já vi uma galera falando que a primeira temporada é muito legal (de fato), mas que a segunda e a terceira dão uma decaída, recuperando na quarta. Let’s see. O que vocês acham?

once-upon-a-time

Bueno, falando um pouco mais da história, a série se passa na cidade fictícia litorânea de Storybrooke (Maine). Once a Upon a Time começa com o casamento da Branca de Neve com o Príncipe Encantado, e com a Rainha Má lançando uma maldição sobre eles (que, naquele momento, não se sabe qual é), Logo depois, a série “pula” para o mundo real, e aparece Emma Swan (Jennifer Morrison – Eterna Dra. Cameron do House) e Henry (seu filho que deu para adoção doze anos antes) dizendo que é seu filho na vida real e que ela precisa voltar com ele para Storybrooke para deter o mal, e que ela é a salvadora. Lógico que nesse momento ela não entende bulhufas e vai devolver o menino para a mãe de criação. A partir daí, ela não sai mais de Storybrooke. Várias coisas acontecem e o afeto dela pelo filho crescem, impedindo que vá embora. Descobre-se, ao longo dos episódios, que os moradores dessa pequena cidade não são habitantes comuns, eles são todos personagens de contos de fadas que foram transportados da Floresta Encantada para o “mundo real” por meio de uma poderosa maldição lançada pela Rainha Má.Ou seja, a maldição era enviar todo mundo (que estava no mundo encantado) para o mundo real, sem magias, e com o tempo parado. Além disso, nenhum deles teria lembrança de sua vida passada, de suas histórias. Essa é a maldição. A única esperança para eles é a Dra. Cameron loira Emma Swan, que conseguiu ser transportada da Floresta Encantada para o mundo real antes que a maldição fosse lançada. Entonces, ela, além de ser filha da Branca de Neve e do Príncipe, é a única que pode quebrar a maldição e trazer de volta a memória das pessoas. Mas isso não é tão fácil assim. Emma não acredita nisso, por mais que ouça incessantemente do seu filho Henry a história (ele tem um livro contando toda a história, inclusive da maldição e do papel de Emma sobre ela). E, para ela acabar com a maldição, ela deve acreditar.

Uma coisa bacana de Once Upon a Time é que cada episódio é baseado em uma história de um personagem específico. Então se no mundo real há um personagem que no mundo encantado, por exemplo, era o Gepetto ou Pinóquio, a série mostra sua história no mundo encantado, e como algumas características dos personagens foram preservadas no mundo real, mesmo que eles não se lembrem. E isso vai criando um quebra-cabeça importante para que Emma consiga quebrar a maldição, ou, ao menos, acreditar que haja uma. Para isso, algumas pessoas ajudam Emma nessa empreitada, e alguns personagens são icônicos na série: A Branca de Neve, o Príncipe Encantando, a Rainha Má, Rumplestiltskin são os principais. Mas ainda conta a história da Chapeuzinho Vermelho, Cinderela, o Caçador da Branca, Sete Anões, Fadas Madrinhas e outros. É um prato cheio para quem gosta de fantasia e desse mundo do conto de fada.

Once Upon a Time foi lançado em 2011 e a primeira temporada tem 22 episódios, cada um com uma média de 40 minutos cada. Atualmente, a série está na quarta temporada. Uma coisa importantíssima é que estão disponíveis 3 temporadas inteiras no Netflix. Isso dá um super help, né?

Veja o trailer aqui:

Bom, isso foi apenas da primeira temporada, vou começar nesse minuto a segunda e vamos ver se continuo viciada. Amei ♥. Você já assistiu Once Upon a Time? Me conta aí nos comentários o que achou e o que posso esperar daqui para frente! Besitos!

ATUALIZADO: Gentem, terminei de ver Once Upon a Time! Depois que assisti a primeira temporada, devorei o restante! A segunda temporada mantém o ritmo e a linha de raciocínio da primeira, o que é bem bacana. A terceira temporada, apesar de ser muito legal, achei o roteiro meio chumbrega, começa falando de Peter Pan e A Terra do Nunca, aí no meio essa trama já acabou e começa outra, com Emma e Hook (ah, Hook ♥) voltando no tempo e fazendo o possível e o impossível para não atrapalhar o futuro (já que qualquer ação, terá uma reação). Achei legal a terceira temporada, mas um pouco cansativa e um tanto jogada, parece ter sido feita às pressas, sabe? Já tô acompanhando a quarta temporada e eu tô amando: Tem Anna e Elsa de Frozen! Isso deixa tudo mais legal e atual, conseguiram pegar um gancho incrível, já que Frozen é febre mundial. Bom, tô super ansiosa para os próximos capítulos. E vocês, o que estão achando?

Anúncios

4 comentários sobre “Falando Sobre: Once Upon a Time

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s