Meu Intercâmbio em Vancouver / Canadá (Parte 1) – Primeiros Passos

Oi pessoal!! Hoje inicia uma série de posts sobre a minha experiência de intercâmbio no Canadá, mais precisamente em Vancouver. Fui para lá há 4 anos atrás (chorando lágrimas de sangue, já faz muito tempooo!) e uma coisa que me ajudou MUITO na preparação da viagem foi o Orkut! ♥ A comunidade Vancouver para Brasileiros, que hoje tornou-se um grupo no Facebook (bem ativo, por sinal), salvou minha vida, e acho que algumas informações sobre intercâmbio são super úteis e merecem ser compartilhadas. Lembro que essas informações são apenas as minhas experiências, e como ocorreu comigo, então algumas coisas podem sair diferentes com você! Nessa série de post compartilharei os primeiros passos, escolha da escola, visto para entrada no país (que estarão neste post), o que fazer em Vancouver, curiosidades da cidade, dicas de convivência, pontos turísticos e afins. Vancouver é uma cidade maravilhosa, quem já foi, sabe. Tenho, até hoje, muuuita vontade de voltar para lá (até para morar forever). Tá pensando em fazer intercâmbio em Vancouver? Então vem comigo! VANCOUVER COMO ESCOLHI FAZER INTERCÂMBIO? Foi no susto. Na pressa. No início de novembro de 2010, eu tinha acabado de me demitir do meu estágio, estava querendo outros ares, sabe? Já praticamente estava de férias da faculdade (estava no terceiro ano, já), tinha uma graninha guardada e pensei: “por que não fazer um intercâmbio” e na mesma hora, verbalizei “mãe, posso fazer um intercâmbio no fim do ano?”. E é lógico que a minha mãe adorou a ideia e já no mesmo dia começamos a sair pesquisando sobre destinos e para onde ir. Na empresa da minha mãe há um serviço de intercâmbio, então já ligamos para lá na ACM São Paulo, a YMCA, sabe? (acesse as informações deles de intercâmbio aqui). 165326_1263136276713_1271628_n POR QUE ESCOLHI VANCOUVER – CANADÁ? Bom, como já estávamos em meados de novembro, e para não atrapalhar minha faculdade, eu teria que voltar até o fim de janeiro, eu tinha POUQUÍSSIMO tempo para planejar a viagem. Eu tinha algumas opções: Vancouver, Montreal, Londres ou Sidney. Descartei Montreal, porque não tinha interesse naquele momento, de fazer Francês e descartei Londres por ser muito caro ($$ pesa, né?) e Sidney por ser muito longe, e porque eu queria FRIO, MUITO FRIO. Canadá sempre foi muito bem avaliado por intercambistas, então acabei optando por Vancouver. Confesso que não conhecia muito da cidade, então fui logo procurando no Google umas fotos do local, e me encantei. EITA CIDADE LINDA, GENTE! E foi assim, já saí correndo para dar entrada nas papeladas da escola, no visto e tudo mais. O QUE FAZER DEPOIS QUE DECIDI MEU DESTINO? 1. Escolha a escola: Para você tirar o visto e tudo mais, você precisa de uma carta de aceitação de uma escola. Então, é a primeira coisa a se fazer. Eu estudei na Canadian College of English Language e SUPER recomendo. Tive que preencher alguns documentos, como: Application Form (é um formulário que você coloca seus dados, que tipo de curso você quer fazer, quantas horas por semana, sua opção para acomodação, etc – EM INGLÊS), uma ficha de inscrição da ACM – EM PORTUGUÊS. Esses documentos são enviados à escola e, caso sejam aprovados, eles enviam uma carta de aceitação para você e o valor do curso. Lá é diferente do Brasil, você não financia ou parcela as mensalidades, nos casos de cursos de inglês, o pagamento é no cash (à vista) e deve ser feito antes do início das aulas. 2. Inicie os procedimentos para a retirada do Visto de Estudante: Confirmada sua inscrição na escola, é bom começar a correr com o visto. Diferente do visto americano, no canadense não há entrevista (isso se você for apenas estudar, e não trabalhar), então você entrega os documentos requisitados no consulado canadense e espera. Espera. E que espera. Que agonia! O meu visto demorou uns 15 dias úteis para sair, eu acho. E lembrando, você já precisa ter um passaporte válido, né? Para saber os documentos que você precisa providenciar para a retirada do visto, visite o site do Canadá International. 3. Providencie a compra de passagens aérea, dólar canadense, seguro internacional: Fui para Vancouver pela Air Canadá (voo direto para Toronto e de lá conexão para Vancouver) e levei uma quantia em dólares canadenses em espécie e a maior parte em cartão, o visa travel money. Além disso, é ESSENCIAL que você providencie seguro saúde, porque se algo der errado e você não tiver, pagará muito caro por isso. Ainda tem muuuuuita coisa para compartilhar, mas se falar tudo agora, virará um livro! No próximo post da série compartilharei quanto dinheiro levar, o que colocar na mala, como é chegar na imigração no Canadá e muito mais. Quer saber mais de Vancouver? Fique ligado! 164381_1273875505187_6129202_n 166655_1273877625240_1315800_n Um beijo e até mais! ♥ ATUALIZADO

Acesse a Parte 2: Meu Intercâmbio em Vancouver / Canadá (Parte 2): Arrumando as Malas e Viajando

Acesse a parte 3: Meu Intercâmbio em Vancouver / Canadá (Parte 3): Curso de Inglês e Hospedagem A

cesse a parte 4: Meu Intercâmbio em Vancouver – Canadá (Parte 4) – Stanley Park, Lynn Valley Park, Gastown e Lookout Tower

Acesse a parte 5: Meu Intercâmbio em Vancouver / Canadá (Parte 5) – Grouse Mountain, Vancouver Acquarium, Jogo de Hockey e UBC

Acesse a parte 6: Meu Intercâmbio em Vancouver / Canadá (Parte 6) – 23 Curiosidades sobre a cidade

Acesse a Parte 7: Meu Intercâmbio em Vancouver / Canadá (Parte 7 – Onde fazer compras de eletrônicos, roupas e souvenirs

Acesse a parte 8: Meu Intercâmbio em Vancouver / Canadá (Parte 8) – Viajando para Victória

Anúncios

2 comentários sobre “Meu Intercâmbio em Vancouver / Canadá (Parte 1) – Primeiros Passos

  1. Nossa Jú que lugar lindo né?
    Eu morro de vontade de conhecer o Canadá! Vc conhece a Milla Cabral? Ela e o marido dela moraram dois anos em Toronto e eu me apaixonei pelo país assistindo os vídeos dela!
    Mas me interessei muito por outra cidade, Vancouver, pois ela não mostrou nos vídeos e agora eu quero conhecer mais através da sua série de posts!!
    Fiquei muito cuirosa a respeito da qtde de dindim que vc teve que levar e também onde se hospedou!!
    O post será semanal?
    Aii já estou super ansiosa para ler o próximo! e posta mais fotinhass para ilustrar mais a leitura!

    Um beijo enorme!

    Curtir

    • Oi Gabi!! Vancouver é linda demais, sou bem suspeita pra falar, já que sou apaixonada!! 🙂 Não conheço a Milla Cabral, vou procurá-la! Vou postar semanalmente e vou falar quanto gastei e onde me hospedei sim!! Não coloquei muita foto nesses 2 posts iniciais porque eram anteriores à viagem, mais pra frente terão mais!! Obrigada pela visita querida. Super beijo :*

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s