Meu Intercâmbio em Vancouver / Canadá (Parte 5) – Grouse Mountain, Vancouver Acquarium, Jogo de Hockey e UBC

Hoje é dia de mais um post sobre a linda Vancouver! De novo, se você é novo por aqui, eu fiz intercâmbio em Vancouver em 2011, durante 1 mês e meio, e estou compartilhando minhas experiências aqui. Afinal, informação nunca é demais né? Lembro que quando fui, caçava sites e comunidades no ~falecido Orkut~ sobre Vancouver. Entonces, essa é a minha história! Se você ainda não viu os posts antigos, leia-os antes de continuar esse post:

Meu Intercâmbio em Vancouver / Canadá (Parte 1) – Primeiros Passos

Meu Intercâmbio em Vancouver / Canadá (Parte 2) – Fazendo as Malas e Viajando

Meu Intercâmbio em Vancouver / Canadá (Parte 3) – Curso de Inglês e Hospedagem

Meu Intercâmbio em Vancouver / Canadá (Parte 4) – Stanley Park, Lynn Valley, Gastown e Lookout Tower

Bom, dando continuidade às dicas de passeios, hoje falarei um pouco mais para vocês sobre a visita à Grouse Mountain (êêê, neveeee), Vancouver Acquarium, Ida ao jogo de Hockey e visita à UBC (University of British Columbia). São lugares incrivelmente lindos, e que são a cara de Vancouver (cartão postal mesmo), então não dá para você perder, né? Nesses, todos são pagos (uns carinhos $$$, mas outros nem tanto $). Dá para se planejar e visitar sem problemas. E aliás, todos eles você consegue ir utilizando transporte público (ótimo, né?), ou a pé (como no caso do Vancouver Acquarium). Vamos lá?

GROUSE MOUNTAIN

Como já contei para vocês, estive em Vancouver durante o inverno (Janeiro), então não poderia deixar de ver neve, né? Em Downtown dificilmente neva, então se você ficar hospedado por lá, terá que dar umas voltinhas para vê-la. Se você morar no subúrbio (Burnaby, North Vancouver, Port Moody), você terá mais chances de ver neve! A Grouse Mountain é uma das três montanhas de Vancouver que você pode, além de conhecer, fazer esqui, patinação, snowboard, tubing (tipo ski bunda) e por aí vai, e é a mais conhecida delas. Além dela, você pode conhecer a Cypress Mountain e a Mt Seymor. Eu só fui na Grouse, e posso dizer que valeu super a pena! Grouse Mountain fica em North Vancouver, e se você estiver em Downtown, pegando dois ônibus você chega lá, 40 minutinhos. Para subir na montanha, o ticket está, em média CAD$42. Chegando lá em cima, você pode visitar a montanha, mas todas as atividades são cobradas à parte, inclusive o aluguel das roupas. Eu não fiz nenhuma atividade, apenas conheci mesmo, mas já valeu a pena! Ver neve foi uma experiência incrível e que levarei para o resto da minha vida. Lá em cima, na montanha, tem restaurante e Starbucks, então você estará bem servido.

Para mais informações da Grouse Mountain, clique aqui.

grouse-mountain

169074_1270407738495_7480108_n

1919437_1270409738545_3151227_n (1)

VANCOUVER ACQUARIUM

O Vancouver Acquarium é um dos mais conhecidos do mundo, tem uma variedade incrível de animais marinhos. O bacana é que fica dentro do Stanley Park, então dá para você ir passear pelo parque e de quebra parar lá. É um dos passeios que você não pode perder! Mas fique atento, as portas fecham às 4:45pm, então chegue lá antes disso, e não depois, como eu, e dê de cara com a porta, rs. O ticket para o Vancouver Acquarium está, em média, CAD$29.

Para saber mais, clique aqui.

aquarium-entrance

vancouver-aquarium-wedding-9

JOGO DE HOCKEY

Eu escolhi não assistir um jogo super importante, como o Vancouver Canucks na Rogers Arena. É claro que é muito bacana, que é muito legal, mas é bem mais caro do que assistir a um jogo da Minor League. Eu fui assistir um jogo do Vancouver Giants no Pacific Coliseum e paguei CAD$25. Para se ter uma ideia, um jogo do Vancouver Canucks está uns CAD$80. Para mim, não teve muita diferença de assistir um Minor League, já era diferente pra caramba estar lá, então foi legal (e muito) do mesmo jeito. A arena é enorme e estava bem cheia. Não entendia muito bem as regras do jogo, mas adorei assistir Hockey. Além do jogo em si, a ida à arena é um verdadeiro show. Os intervalos são cheios de apresentações, músicas, sorteios, cheerleaders. Tipo de filme, e eu amei. Quero mais! 🙂

163662_1276014678665_7112312_n (1)

hockey

UBC – UNIVERSITY OF BRITISH COLUMBIA

Desde que soube que a UBC ficava perto de Downtown, fiquei louca para conhecer o campus gigantesco da universidade. Infelizmente, quando fomos, estava chovendo. Mas nada tirou a grandiosidade e a beleza dessa universidade. Gente, maravilhoso! Além de andar pelo campus, também conheci o Museum of Anthropology de Vancouver, que fica lá dentro. Para quem gosta de antropologia e história, é um prato cheio. Vancouver foi a terra de muitos aborígenes canadenses da tribo Haiida Gwai, então o museu é cheio de artefatos feitos por ele. É lindo e vale a pena conhecer.

Para saber mais da UBC, inclusive cursos, clique aqui.

ubc

180520_1282873250125_352309_n

166872_1282872450105_308288_n

É isso, galera. Até mais!

ATUALIZADO

Acesse os posts seguintes:

Acesse a parte 6: Meu Intercâmbio em Vancouver / Canadá (Parte 6) – 23 Curiosidades sobre a cidade

Acesse a Parte 7: Meu Intercâmbio em Vancouver / Canadá (Parte 7 – Onde fazer compras de eletrônicos, roupas e souvenirs

Acesse a parte 8: Meu Intercâmbio em Vancouver / Canadá (Parte 8) – Viajando para Victória

Anúncios

Maratona Oscar 2015 – 9 Filmes para ver!

oscar-1

A praticamente 1 mês da entrega do Oscar 2015, eu já fiz minha listinha de filmes “must see” deste ano. Como sempre, a maioria dos filmes tem uma veia bem forte dramática, e eu confesso que tenho amado! São filmes que prendem a gente do começo ao fim, que trazem uma carga reflexiva importante. Além disso, a entrega das estatuetas ocorrerá em 22 de fevereiro, então dá tempo de nos atualizarmos e assistirmos todos! Alguns filmes ainda não estrearam no Brasil, mas certamente a maioria já estará nas salas de cinema antes do Academy Awards. Outro super motivo para você não perder a transmissão do Oscar (bota na TNT, tem sempre a cobertura completa, desde o Red Carpet) é o apresentador deste ano: Neil Patrick Harris, o icônico e maravilhoso Barney Stintson de How I Met Your Mother (e ah, falando nisso, logo logo tem resenha de HIMYM por aqui!). Então, não dá pra perder né? Quer ver minha listinha de filmes para ver? Vou atualizando assim que for vendo!

BOYHOOD – DA INFÂNCIA À JUVENTUDE – Assistido

O longa foi lançado em 2014 e conta a história de Mason, um garoto de 6 anos até a maioridade. Uma das grandes sacadas do filme é que ele foi filmado durante 12 anos, então acompanhamos o crescimento e os conflitos da adolescência em tempo real. A edição do filme é majestosa, e o roteiro é incrível. Esse é um dos filmes que assistiria muitas vezes. Para ver a resenha completa já feita aqui no blog, clique aqui. Boyhood está concorrendo a 6 indicações ao Oscar: filme, diretor (Richard Linklater), ator coadjuvante (Ethan Hawke), atriz coadjuvante (Patricia Arquette), roteiro original e edição.

WHIPLASH – EM BUSCA DA PERFEIÇÃO – Assistido

O filme conta a história de um jovem músico quer ser o melhor baterista de jazz da sua geração. E para isso, se sujeita a situações extremas de aprendizagens, com o seu professor Terence Fletcher (JK Simons). A grande revelação do filme promete ser o ator principal e jovem Miles Teller. Além disso, o filme conta com a interpretação de Melissa Benoist (a Marley do Glee!). Para ler a resenha no blog, clique aqui. O longa recebeu 5 indicações: filme, ator coadjuvante (J.K. Simmons), roteiro adaptado, edição e mixagem de som.

GRANDE HOTEL BUDAPESTE – Assistido

O longa é ambientado na Europa dos anos 20, e conta a história de um concierge de um hotel super famoso que faz amizade com um empregado, e os dois são envolvidos em um roubo de uma pintura renascentista de grande valor. Além disso, o contexto de se situar entre duas guerras mundiais também influencia a trama. Este é um dos filmes com mais indicações ao Oscar, 9 no total: filme, diretor (Wes Anderson), roteiro original, figurino, maquiagem e penteado, fotografia, edição, trilha sonora e design de produção. Clique aqui para ver a resenha aqui no blog!

SNIPER AMERICANO

Mais um filme com o lindo do Bradley Cooper. E gente, desde que assisti O Lado Bom da Vida, me impressionei. Nunca achei que ele fosse um ator tão completo, e ele tem surpreendido sempre, é a terceira indicação em 3 anos seguidos! Ano passado recebeu indicação de Melhor Ator no longa “Trapaça”. Sniper Americano conta a história de Chris Kyle, maior atirador do exército americano, que é enviado para o Iraque e se torna uma lenda. Além disso, Chris tem que lidar com os seus conflitos pessoais de ser pai e marido. American Sniper foi indicado a 6 estatuetas: filme, ator (Bradley Cooper), roteiro adaptado, edição, edição de som e mixagem de som.

A TEORIA DE TUDO – Assistido

Esse é um filme que eu tenho esperado muito para ver, e que estou super ansiosa. O longa conta a história de vida de Stephen Hawking, um dos maiores e mais notáveis astrofísicos contemporâneos. Stephen descobriu uma doença raríssima e degenerativa aos 21 anos, mas mesmo assim conseguiu desenvolver suas pesquisas e revolucionou o mundo da ciência. Tipo assim, ele é O cara. O longa foi indicado a 5 prêmios: filme, ator (Eddie Redmayne), atriz (Felicity Jones), roteiro adaptado e trilha sonora. Clique aqui para ver a resenha completa do longa no blog.

BIRDMAN – Assistido

Birdman conta a história de Riggan Thomson (Michael Keaton), um ator que no passado interpretou um super-herói de grande sucesso. Anos depois, com a sua carreira em decadência, Thomson decide retornar ao papel que lhe trouxe sucesso em uma releitura para Broadway. Além de Keaton, o longa conta com a atuação de Emma Stone e Edward Norton, dois atores que acho fodas! Ao lado de Grande Hotel Budapeste, Birdman é o segundo filme com 9 indicações: filme, atriz (Emma Stone), diretor (Alejandro González Iñárritu), ator (Michael Keaton), ator coadjuvante (Edward Norton), roteiro original, fotografia, mixagem de som e edição de som. Clique aqui para ver a resenha completa

LIVRE – Assistido

O novo filme de Reese Whiterspoon conta a história de Cheryl, uma mulher que, após perder a mãe e se divorciar, resolve caminhar mais de 1.770 quilômetros a fim de se redescobrir. É aquele típico filme de autoconhecimento, em que precisamos nos colocar à prova para enfrentarmos nossos grandes medos e curar nossas feridas. Quero assistir esse filme com a minha mãe, que ano que vem fará o Caminho de Santiago de Compostela J. Livre foi indicado a 2 Oscars: atriz (Reese Witherspoon) e atriz coadjuvante (Laura Dern). Para ver a resenha aqui no blog, clique aqui.

O JOGO DA IMITAÇÃO

O filme conta a história de Alan Turing, que usou seus conhecimentos de matemática, lógica e computação durante a Segunda Guerra Mundial para ajudar os Estados Unidos. Neste contexto, Turing luta com seus conflitos internos para aceitar sua homossexualidade. O longa tem a participação da Keira Knightley e com o Tywin de Game of Thrones (então gente, temos que ver!) e teve 8 indicações: filme, diretor (Morten Tyldun), ator (Benedict Cumberbatch), atriz coadjuvante (Keira Knightley), roteiro adaptado, edição, trilha sonora e design de produção.

FOXCATCHER

Olha, só desse longa ser com os lindos e maravilhosos Channing Tatum e Mark Ruffalo, já vale a ida ao cinema, né? Foxcatcher é baseado em fatos reais, e conta a história dos irmãos e lutadores Mark e Dave Schultz e do o relacionamento complicado com o excêntrico treinador John Eleuthère Du Pont (Steve Carell), milionário que constrói um centro de treinamento. O filme tem uma veia dramática forte e promete ter um final trágico. Foi indicado a 5 estatuetas: diretor (Bennett Miller), ator (Steve Carrell), ator coadjuvante (Mark Ruffalo), roteiro original, maquiagem e penteado.

Ufa.. Esses são os meus 9 filmes para ver antes de 22 de fevereiro. Não sei exatamente a ordem mas estou super ansiosa, principalmente, para ver A Teoria de Tudo, Sniper Americano e Whiplash. E você, já viu algum desses ou viu outro que foi indicado ao Oscar e recomenda? Qual seu favorito? Deixe ai nos comentários.

Beijos!

TAG – Me conhecendo melhor / Get to know me better

Oii galere! Hoje resolvi responder uma TAG por aqui (de nuevo). A primeira foi sobre minhas gatas maravilhosas, a Penny e a Lane. Já viu?? Então clique aqui para ler a história das minhas felinas preferidas. A TAG de hoje é bacana porque dá a oportunidade de vocês conhecerem este ser iluminado que vos escreve. No caso, eu, ahahah. Quem respondeu essa TAG foi a Gabi do POC Blog, no Youtube, achei bacana e decidi fazer também! Vamos começar? São 19 perguntas, então, senta que lá vem história (RIP Rá-Tim-Bum!).

julia-tag

1. Qual seu nome completo?
Júlia Abilel Lima

2. Onde você mora?
São Paulo, Capital. Até os meus 23 anos morei na Zona Leste, até que me mudei com o Pedro, e hoje moramos na Zona Norte. E não, não trocamos lá por nada. A não ser pelo Canadá. Hahaha.

3. Qual seu estado civil? Tem filhos?
Solteira (mesmo o Pedro me chamando de esposa, mesmo eu me referindo a ele como marido quando ligo pra NET, mesmo todo mundo falando que eu sou casada. Mas não, gente, sou solteira. Quero casar #ficadicaPedro Hehe). Não tenho filhos, só minhas duas lindas Penny e Lane, que são minhas filhotinhas mais lindas desse mundo!

4. Qual a sua comida favorita?
Pizza! Chocolate! Esses dois misturados, então, amor na vida! Adoro comida agridoce. Gosto de muita coisa, já compartilhei aqui algumas receitinhas e sou apaixonadas por elas. Mas acho que se pudesse viver de pizza e de chocolate, viveria feliz. 🙂

5. Qual comida você não gosta?
Não gosto de mortadela e nem de salsicha. Não dá!

6. Qual bebida você não gosta?
Poxa, muitas! Hahaha. Das bebidas alcoólicas, não gosto dos destilados (nem do gosto, nem do efeito deles em mim). Das não-alcoólicas, não gosto de água de coco ou qualquer água aromatizada. Já não sou muito fã de água, ainda mais das que tem gosto. Não desce.

7. O que você menos gosta em você?
Eita perguntinha complicada. Acho que do braço. E é isso haha.

8. Qual o seu pior defeito?
Tenho muitos defeitos, mas acho que uns dos mais chatos, e um que o Pedro reclama bastante, é que sou implicante. Quando implico com alguma coisa, fico enchendo o saco, chamando atenção, e isso não é legal, né? Estou me policiando para não fazer mais isso ou, no mínimo, fazer menos.

9. O que é importante para você em uma pessoa?
Bom humor e consciência social, principalmente. Gosto muito de conversar com pessoas sobre política, justiça social e ainda rir!

10. Qual tipo de filme você mais gosta?
Não tenho uma preferência específica, me considero muito aberta em relação a isso. Assisto de desenho a drama sem problemas. Amo Disney e Tarantino. Então, já viu.

11. Qual sua estação do ano preferida?
Bom, partindo do princípio que o Brasil, como um país tipicamente tropical, não tem as quatro estações do ano bem definidas, tenho duas escolhas: frio ou calor. E nesse caso, não há competição: o frio ganha disparado e de olhos fechados. Frio, saudades. Agora, se considerarmos as quatro estações, a que mais me encanta é o Outono!

12. Quantos irmãos você tem?
Nenhum, sou filha única. Minha mãe adotou uma gatinha, a Corina, há um ano e meio atrás. Ela conta? Conta sim!

13. Qual esporte você pratica?
Levantamento de copo e de garfo com muita frequência e com muita disposição! Além disso, esse ano me matriculei na academia (já fiz o plano anual, assim fica mais difícil não ir, né?) e tô na esperança de dar certo. Não amo malhar, faço apenas por necessidade. Alguém aí é assim também não gostava de malhar e depois veio aquele “vício por adrenalina”? Tô esperando esse momento ansiosamente, hehe.

14. Qual seu time?
Não torço e nunca torci com afinco pra nenhum time. Não sou de acompanhar jogos, mas sempre assisto quando tem um jogo importante. Hahha.. E ah, prazer, Corinthiana!

15. Doce ou salgado?
Agridoce? Não tenho uma preferência. Sou a favor da diversidade, rs.

16. Qual animal você mais gosta? E qual você menos gosta?
Antes eu era uma doglover declarada, e hoje me descobri uma catlover! Amo os dois, e ainda quero adotar um cachorro para ficar com as gatas! E sobre bicho que eu menos gosto? Insetos no geral. São animais que não deveriam existem nesse mundo, nem baratas, nem pernilongos.

17. Que tipo de música você mais gosta e qual menos gosta?
Gosto muito de Folk Music, Rock, Jazz, Pop e por aí vai. Adoro Los Hermanos e Backstreet Boys. Sou dessas. Hahaha. Mãs, não curto, mesmo, sertanejo! A-F-E.

18. Qual sua cor preferida?
Não tenho.

19. Uma frase.
São muitas. Mas acredito muito nessa frase do Mandela: “Ninguém nasce odiando outra pessoa pela cor de sua pele, por sua origem ou ainda por sua religião. Para odiar, as pessoas precisam aprender, e se podem aprender a odiar, elas podem ser ensinadas a amar.”

Bom, é isso! 🙂 Agora vocês sabem um pouquinho de mim. E até mais!

familia

Inovando nas Prateleiras e Estantes de Livros

Para quem gosta de livro físico (eu ainda não consegui aderir aos e-books, infelizmente!), não há nada mais legal (além de lê-los, claro) do que organizá-los em um cantinho especial da casa, seja numa estante ou em prateleiras. É muito bacana ter um espaço para que você possa se lembrar, e revisitar os livros sempre que puder, em casa. Dá um ar super aconchegante ao ambiente, além de ter tudo a ver com a personalidade de cada um. Acho que mostra nossa essência como pessoa, não acha? Acho legal nesses cantinhos que cada um pode organizar da forma que mais tiver a ver com a gente, seja tudo categorizado por tamanho, por cor, por título, por autor, ou até mesmo sem categorização nenhuma e deixar tudo aleatório.

Hoje não há mais, somente, as formas tradicionais de se guardar livro, como as estantes ou prateleiras. Atualmente você pode soltar a imaginação e fazer estantes com os próprios livros, comprar vários nichos e criar formatos diferentes de estante, dá para usar escada de madeira, como já comentei nesse post. Dá pra fazer muita coisa! E, de novo, depende muito do seu estilo. Eu adoro casa com bastante quadro, pôster, livro. Acho que deixa a casa da gente com a nossa carinha, além de ser muito aconchegante e rústico. Aqui nesse post separei várias ideias para você se inspirar e criar um cantinho especial para os seus livros na sua casa. Há muitas ideias práticas, e que você mesmo pode fazer como um projetinho DIY, e outras que provavelmente você terá que contar com o auxílio de um marceneiro. Mas nada tipo “fim do mundo”, né? Afinal, nossos livrinhos merecem!!

Eu e o Pedro, em casa, temos 4 prateleiras para os nossos livros de romance e ficção no quarto: duas prateleiras colocadas de forma assimétrica em cima da cama, e duas prateleiras, uma em baixo da outra, na parede ao lado da cama. Além disso, na sala, fizemos um espaço de Home Office para o Pedro, que é advogado, então lá tem mais uma estante para os “pequenos” livros de Direito dele. Temos em mente mudar a disposição das prateleiras do quarto porque queremos colocar uma cabeceira (projetinho DIY à vista!) e temos as lâmpadas, aí ficaria too much. Assim que mudarmos, compartilho aqui.

Então, vamos ver umas ideias para nossos livrinhos? Você é do tipo mais tradicional ou daqueles que querem inovar e fazer várias formas malucas e divertidas com os nichos e usar caixotes de feira? Conta nos comentários pra mim!

estante-livro-13

estante-livro-montagem2

estante-livro-8

estante-livro-4

estante-livro-5

estante-livro-montagem

estante-livro-7

estante-livro

estante-livro-montagem3

E então, qual você faria? 🙂

Meu Intercâmbio em Vancouver / Canadá (Parte 4) – Stanley Park, Lynn Valley, Gastown e Lookout Tower

Quem é vivo sempre aparece, né? Vortamo, galera! Agora é sério (eu espero, ao menos).. Rsrs.. E nada melhor para dar aquele gás nas postagens do que mais um post da série “Meu Intercâmbio em Vancouver”, né? Toda vez que paro para escrever sobre o Canadá, me bate um apertinho no coração, dá aquela vontade imensa de voltar no tempo, ou de fazer de novo. Mas quem sabe, né? Essas serão cenas do próximo capítulo (who knows..). Bom, então se você é novo por aqui e chegou agora, eu passei, há 4 anos atrás, 1 mês e meio em Vancouver – Canadá para fazer inglês em um intercâmbio e estou compartilhando por aqui como foi essa experiência. Então se você está chegando agora, antes de ler esse post, acesse os posts anteriores abaixo:

Meu Intercâmbio em Vancouver / Canadá (Parte 1) – Primeiros Passos

Meu Intercâmbio em Vancouver / Canadá (Parte 2) – Fazendo as Malas e Viajando

Meu Intercâmbio em Vancouver / Canadá (Parte 3) – Curso de Inglês e Hospedagem

Bom, agora sim, podemos seguir em frente. Hoje compartilharei um pouco com vocês sobre passeios legais que você não pode perder em Vancouver. Eu não fiz passeios ou viagens caras, então acho que cabe no bolso de muita gente que vai para lá! Além de serem suuuper legais! Quando eu cheguei lá, sabia, ao menos, que queria ver neve (pena que e Downtown, onde me hospedei, neva muito pouco, ou quase nunca) e ver um jogo de Hockey. Chegando lá consegui me organizar e conhecer mais coisas, mas o que eu mais gostava mesmo era andar pela cidade, sair a esmo mesmo, só conhecendo pessoas, culturas e desbravando a cidade. Então, prepare-se: em Vancouver você vai bater muuuuita perna! Vamos aos passeios mais bacanas?

Stanley Park

Bom, não tem como começar por outro lugar, afinal, a minha residência estudantil ficava a menos de 10 minutos andando do Stanley Park, né? É um parque maravilhoso e é rodeado pela English Bay (uma das praias mais procuradas de Vancouver, e é lá que rola o Polar Bear Swim anualmente, no qual, no dia 1º de janeiro, as pessoas entram no mar – lê-se: pessoas congelam no inverno e mais um monte assistem, e é demais! Hahaha). Dificilmente você consegue conhecer o parque em um dia só, ele é imenso O Stanley Park é o maior parque urbano no Canadá e terceiro maior na América do Norte. Uma muralha marítima de 8.8 km rodeia o parque, que é usado 2.5 milhões de pedestres, ciclistas e patinadores-em-linha cada ano. Muito do parque permanece florestado com cerca de meio milhão de árvores que podem ter até 76 metros e centenas de anos de vida. Há cerca de 200 km de estradas e caminhos no parque, que são patrulhados pelo Departamento Policial de Vancouver. Na extensão do parque (que é quilométrica), você consegue chegar ao Vancouver Aquarium e também encontra totens aborígenes. Para quem gosta de antropologia (oi!), é incrível: não deixe de visitar os totem poles!

O lugar é pura magia, lindo, e de graça. Must go! Para mais informações, clique aqui.

167637_1273876945223_8057146_n (2)

166160_1268696975727_1012097_n

162832_1273874945173_2223063_n

166213_1273876385209_802128_n

164381_1273875505187_6129202_n

Lynn Valley Park

As pontes suspensas no Canadá são super famosas, em especial a Capilano Suspension Bridge, que é linda, incrível, enorme e custa CAD$30 por adulto. O Lynn Valley é um parque um pouco menor que o Capilano, e ambos ficam em North Vancouver. Mas há uma vantagem no Lynn Valley: é gratuito! Você chega super fácil de SeaBus (a balsa) ou de ônibus e é um passeio super lindo. Vale muito a pena, dá pra fazer umas trilhas e a paisagem é uma mais linda do que a outra.

Recomendado!

Para informações sobre o Lynn Valley Park, clique aqui.

Para informações sobre o Capilano Suspension Bridge Park, clique aqui.

lynn-valley

34828_1268697855749_5185416_n

165373_1268697135731_177038_n

Gastown

Downtown Vancouver fica perto de muitos lugares legais na cidade, e um lugar super pitoresco para você dar umas voltas é Gastown, um bairro super pitoresco e com arquitetura europeia, além de ser um dos mais antigos de Vancouver. Lá você encontra INÚMERAS lojas de souvenirs (nem sempre as mais baratas da cidade) e o Steam Clock (o relógio a vapor). Logicamente tem sempre turistas tirando fotos nele, inclusive eu tirei. Ele solta fumaça a cada uma hora, e bem, é isso. Hahah.. Visite Gastown, é uma delícia para andar e bater perna.

166237_1270410258558_7994591_n

164358_1270410418562_827862_n

Lookout Tower

Esse é um passeio super divertido e que fiz praticamente no primeiro dia que cheguei em Vancouver. É um prédio enorme que você sobe ao topo e tem uma visão 360 graus da cidade. É lindo! Além disso, lá no topo tem um restaurante giratório (que obviamente não coube no meu bolso, rsrs) que é bem bacana também. Para subir ao Lookout, você paga aproximadamente CAD$16 para adulto, e tem direito a ficar 30 minutos lá em cima. A subida de elevador é panorâmica dura 40 segundos (que desespero.)

Para saber mais do Vancouver Lookout, clique aqui.

Vancouver-lookout

Bom, por hoje é só de passeios. Se eu ficasse falando por aqui todos os lugares legais “must go” de Vancouver, esse post seria infinito, claro. Então vou dividir este post em 2, e no próximo falarei do passeio à Grouse Mountain, Jogo de Hockey, University of British Columbia, Vancouver Aquarium e muito mais. Fiquem ligados!

Ai Vancouver, você é só amor! ♥

ATUALIZADO

Acesse os posts seguintes:

Acesse a parte 5: Meu Intercâmbio em Vancouver / Canadá (Parte 5) – Grouse Mountain, Vancouver Acquarium, Jogo de Hockey e UBC

Acesse a parte 6: Meu Intercâmbio em Vancouver / Canadá (Parte 6) – 23 Curiosidades sobre a cidade

Acesse a Parte 7: Meu Intercâmbio em Vancouver / Canadá (Parte 7 – Onde fazer compras de eletrônicos, roupas e souvenirs

Acesse a parte 8: Meu Intercâmbio em Vancouver / Canadá (Parte 8) – Viajando para Victória