Meu Intercâmbio em Vancouver / Canadá (Parte 6) – 23 Curiosidades sobre a cidade

Oi gente!! Hoje vou falar mais um pouquinho sobre a minha viagem à Vancouver, Canadá, feita há 4 anos atrás (ai, como o tempo passa!). Para quem não sabe, estou compartilhando as experiências do intercâmbio nesta série, por aqui. Então, se você é novo no blog e ainda não leu os posts anteriores, pare DJÁ o que está fazendo e leia os anteriores. Assim fica mais fácil e você já vai entrando no clima!

Meu Intercâmbio em Vancouver / Canadá (Parte 1) – Primeiros Passos

Meu Intercâmbio em Vancouver / Canadá (Parte 2) – Fazendo as Malas e Viajando

Meu Intercâmbio em Vancouver / Canadá (Parte 3) – Curso de Inglês e Hospedagem

Meu Intercâmbio em Vancouver / Canadá (Parte 4) – Stanley Park, Lynn Valley, Gastown e Lookout Tower

Meu Intercâmbio em Vancouver / Canadá (Parte 5) – Grouse Mountain, Vancouver Acquarium, Jogo de Hockey e UBC

Buenos, já que agora você já leu tudo (ou não, rsrs), podemos seguir em frente. Vancouver é uma cidade que eu sou completamente apaixonada, pois além de linda, tem de tudo, é miscigenada, multicultural, limpa, educada. Tudo de bom! Certamente seria um lugar que eu escolheria para viver o resto dos meus dias sem pensar muito. Mas é verdade que Vancouver tem suas peculiaridades, e diferenças do Brasil. Eu moro em São Paulo, metrópole, e mesmo assim senti diferença em algumas coisas. Vamos conferir algumas curiosidades?

1) Vancouver é uma cidade pequena com cara de cidade grande. Tem a tranquilidade do subúrbio e a cultura e agitação de uma metrópole. É o perfeito equilíbrio entre o urbano e o rural.

2) Canadenses, em geral, são muito educados. Vivem pedindo desculpas ou falando “obrigado” para tudo. Isso me lembra o quão a Robin (de How I Met Your Mother) era zuada pelos colegas. Mas é isso mesmo, canadenses são educados e isso é cultural!

3) Não há catracas nos metrôs. Isso mesmo, você entra na estação e já se encaminha para a plataforma esperar o skytrain. Moradores andam com monthly passes (passes mensais) de acordo com a zona pelas quais transitam (e dá direito a andar de ônibus, metrô, trem e balsa, é tudo integrado). Já para visitantes, você pode comprar um bilhete nos guichês do metrô. Mas isso é apenas para você se certificar de que está sendo correto, pois ninguém checa se você está, ou não, com ele. Caso algum policial te pare, você mostra que possui o passe. E é isso. Baseado na confiança MESMO. Muitcho louco!

4) Os ônibus têm parada cronometrada nos pontos. Você pode checar no site da Translink qual horário o ônibus estará em tal ponto. E ele estará lá às 15h37, se este for o horário, são super pontuais. Outra coisa legal de lembrar é quando você der sinal para o ônibus e for descer, você deve empurrar a porta para fora, ela não abre sozinha como no Brasil. Afinal, o ônibus para, obrigatoriamente, em todos os pontos, e nem sempre pessoas sobem ou descem, né? Eu, espertinha, quase perdi o ponto porque fiquei esperando a porta abrir. Graças a um canadense, que me avisou que tinha que empurrar, deu tudo certo!

5) Chove muito no inverno em Vancouver. Muito! Não é à toa que a cidade é conhecida popularmente como “Raincouver”. Mas é aquela chuva fininha, que quase não molha, mas é eterna!

6) É proibido consumir bebida alcoólica na rua. Em hipótese alguma isso deve ser feito, pessoas são presas MESMO. Além disso, para andar com garrafa de bebida alcoólica (fechada), ela deve estar devidamente embalada, não pode estar à mostra.

7) A maconha não é oficialmente legalizada na cidade, mas é muito tolerada, inclusive por policiais. Então é muito tranquilo e comum você ver pessoas fumando no meio da rua, acostume-se.

8) Nas ruas em que não há semáforo, mas há faixa de pedestre, os carros param para você passar. Então atravesse! Eles ficam bravos se param, e você fica esperando o carro passar. Vai sem medo! (E volte lembrando que no Brasil não é assim, e evite alguns atropelamentos, rsrs).

9) Existem muitos restaurantes típicos em Vancouver, mas a comida tem dois temperos fundamentais: ou é extremamente picante (à lá mexican food) ou doce (à lá thai food). Então prepare-se. Ou se jogue nos fast foods.

10) Não existe Dunkin Donuts no Canadá, mas Tim Hortons é muito melhor!

11) No inverno, 16h30 já é noite, enquanto no verão, 21h30 ainda é dia.

12) Não existe barata ou pernilongo no Canadá (acho que por conta da temperatura), mas em compensação, você encontra sempre esquilos andando pelas ruas, e caso você seja adepto do hiking (caminhadas e trilhas), pode se deparar com coiotes e até ursos.

13) Não é permitido fumar em locais fechados nem em frente a estabelecimentos.

14) Canadenses dão troco exato. Se a conta der CAD$25,38, eles devolverão 2 centavos. Então acostume-se a ter muitas moedas!

15) Os impostos não são embutidos nas compras, então você sempre verificará que nas notas fiscais haverá o valor da compra acrescido de “x” valores de imposto. Quando você estiver em bares, além do valor do serviço + valor do imposto, terá também o valor da caixinha (tips). Não é de bom tom não pagar tips, viu?

16) A maioridade no Canadá é 19 anos, e não 21 como nos Estados Unidos.

17) Canadenses não comemoram o Ano Novo como nós, brasileiros. Não há queima de fogos ou uma super festa, é na verdade uma passagem bem pacata. Lembro que estava lá às 23h55 com os meus amigos em uma house party, enquanto alguns canadenses estavam tomando café no Starbucks, sem problemas. Mas se você quiser festa, vá para a Granville Street, a rua das baladas!

18) Há toque de recolher nas baladas. A maioria fecha Às 3h. E é por isso que existem os pubs e after parties.

19) A Davie Street é conhecida por ser a rua dos LGBTs de Vancouver. Conheça!

20) A saúde é pública e uma das melhores do mundo. Bem como as escolas, 80% dos alunos estudam em escolas públicas e são super conceituadas!

21) Vancouver é conhecida por ser locação de vários filmes hollywoodianos, então você pode dar a sorte de encontrar algum famoso por lá gravando um longa.

22) O time oficial de hockey de Vancouver é o Canucks. Durante a season você verá vários cartazes, faixas em ônibus e várias torcidas. A cidade é super unida!

23) Há artista ambulante e de rua por toda Downtown, e são regulamentados. É uma delícia andar pelas ruas e ouvir gente cantando, tocando sax, jazz.

166423_1264371067582_2145398_n (2)

165591_1283531866590_5054898_n

168207_1273876745218_8073303_n

167637_1273876945223_8057146_n (3)

162897_1273875585189_3418794_n

Uffa!! Quantas curiosidades (e quanto mais escrevo, mais me lembro). Vou escrevendo mais assim que for lembrando. Resumindo, Vancouver é maravilhosa.

ATUALIZADO!

Acesse os posts seguintes em:

Acesse a Parte 7: Meu Intercâmbio em Vancouver / Canadá (Parte 7 – Onde fazer compras de eletrônicos, roupas e souvenirs

Acesse a parte 8: Meu Intercâmbio em Vancouver / Canadá (Parte 8) – Viajando para Victória

Anúncios

4 comentários sobre “Meu Intercâmbio em Vancouver / Canadá (Parte 6) – 23 Curiosidades sobre a cidade

  1. Terror e pânico quando li essa parte: “você encontra sempre esquilos andando pelas ruas, e caso você seja adepto do hiking (caminhadas e trilhas), pode se deparar com coiotes e até ursos.” kkkkkkkkkk
    Será que em Toronto é assim também? Tenho pavor de animais, até um simples cachorrinho me deixa nervosa. kkkkkkk

    Curtido por 1 pessoa

  2. Oi tudo bem? Muito bom o seu blog. Adorei ter lido. Hoje li alguns posts sobre o seu intercâmbio, vou continuar lendo, mas de cara já gostaria defazer uma pergunta. Espero que possa. Heheheheheh. Queria saber como é a questão da segurança em Vancouver. Dá pra andar pra todo lado sem se preocupar com gatunos? Por exemplo, é tranquilo andar no fim do dia, ou no sábado ou domingo, sem ficar noiado pensando que sempre tem alguém querendo “gatunar” a bolsa, ou o celular. Pergunto isso pq passei uns dias em Londres e fiquei impressionada como a segurança de lá… não sei se você me entende. mas é um mix de segurança com liberdade que me deixou muito impressionada.

    Curtido por 1 pessoa

    • Oi Gio! Tudo bem? 🙂 Que bom que gostou do blog, fico super feliz! Então, esse assunto era algo que me deixava um tanto insegura também, afinal a gente tem essa insegurança por aqui né? Resumindo: Fique tranquila! Vancouver é uma cidade extremamente segura, eu andava muito sozinha, inclusive de noite, e nunca tive sensação de insegurança ou medo. Claro que é bom ficar alerta com dinheiro, passaporte e outros documentos, mas não chega nem perto da sensação de alerta que temos por aqui. É muito seguro, vá sem medo! 🙂 Beijão!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s