Meu Intercâmbio em Vancouver / Canadá (Parte 9) – Quanto gastei na viagem

Oi gente! Hoje tô feliz e tô triste. Vejam bem, hoje termina a série de posts “Meu Intercâmbio em Vancouver” #todaschora. Que tristeza! Me diverti super lembrando dos lugares que visitei, das pessoas que conheci e, principalmente, da experiência de vida que adquiri. Que viagem maravilhosa! Mesmo que tenha sido por pouco tempo, foi tempo suficiente para amar essa cidade linda, acolhedora, diversa, sustentável e bonita. Eu, por mim, voltaria 1000 vezes para Vancouver. Êta lugarzinho bom, viu? Mas paremos de chororô. Hoje compartilharei com vocês o quanto gastei nessa viagem (não tão fiel a ponto dos centavos estarem certos, já que não fui tão controlada assim, mas que tenho certeza de que serão muito úteis). Sempre quando vemos posts falando de viagem, ainda por cima de intercâmbio, é um tabu incrível se dizer quanto investiu. Gente, nada mais democrático, né? Afinal, assim as pessoas que estão pensando em viajar poderão ter mais informações e fazer as reservas e planejamento com mais assertividade. Né não? Então vamo lá! Mas antes (as always), se é sua primeira vez neste recinto, dê uma bisbilhotada nos posts anteriores para dar uma direcionada. Depois trate de voltar aqui, combinado? 🙂

Meu Intercâmbio em Vancouver / Canadá (Parte 1) – Primeiros Passos

Meu Intercâmbio em Vancouver / Canadá (Parte 2) – Fazendo as Malas e Viajando

Meu Intercâmbio em Vancouver / Canadá (Parte 3) – Curso de Inglês e Hospedagem

Meu Intercâmbio em Vancouver / Canadá (Parte 4) – Stanley Park, Lynn Valley, Gastown e Lookout Tower

Meu Intercâmbio em Vancouver / Canadá (Parte 5) – Grouse Mountain, Vancouver Acquarium, Jogo de Hockey e UBC

Meu Intercâmbio em Vancouver / Canadá (Parte 6) – 23 Curiosidades sobre a cidade

Meu Intercâmbio em Vancouver / Canadá (Parte 7 – Onde fazer compras de eletrônicos, roupas e souvenirs

Meu Intercâmbio em Vancouver / Canadá (Parte 8) – Viajando para Victória VANCOVUER-GASTOS Bom, voltando ao assunto, dinheiro sempre pega, né gente? Nada melhor do que fazer uma viagem se planejando com antecedência, assim você poderá separar a grana que vai gastar diariamente, a grana que vai comprar presentes, que vai pra balada, etc. Eu não tive muito tempo para planejar minha viagem. Entre a decisão de fazer o intercâmbio e embarcar para o Canadá passaram-se, apenas, 40 dias. Ou seja, CORRE! Mas se você se planejar, dará tudo certo.

VOCÊ GASTA EM DÓLAR O DINHEIRO QUE VOCÊ TEM EM REAL

É importante sempre lembrar que quando você estiver lá, você estará pagando em DÓLAR com um dinheiro que você tem em REAL. Eu sei que é bobagem e extremamente óbvio, mas a gente esquece quando faz compra. Por exemplo: você vai ao Starbucks pedir um Hot Chocolate Tall (eu pedia sempre esse, rsrs) e dá CAD $ 7. Você pensa: “Genteee, apenas 7 dólares, que barato”. Mas não, dá mais de R$ 15,00. É muito comum ter a sensação de que tudo é absurdamente mais barato que no Brasil, mas lembre-se sempre de fazer a conversão. Às vezes nem é tão mais barato assim. Tenha isso em mente!

FAÇA UM CONTROLE DIÁRIO DOS SEUS GASTOS

Uma dica bacana para ter sempre suas continhas em ordem e não gastar mais do que pretende é fazer um controle dia a dia do que você está gastando. Pegue uma agenda e anote tudo (mas tudo MESMO) que você gasta. Você verá que isso ajuda muito a você ter noção do quanto utilizou da grana e quanto você ainda pode gastar. Ajuda super! Eu, espertinha, não fiz. Comecei a fazer esse controle, mas deixei pra lá muito rápido. Talvez, se tivesse continuado, não precisaria ter pedido mais grana do Brasil (fuén).

EVITE FAZER LIGAÇÕES DO SEU CELULAR PARA O BRASIL

Gente, essa é uma lição aprendida. Eu, espertinha de novo, ativei o roaming internacional do meu celular do Brasil quando fui para Vancouver. Liguei algumas vezes para a minha mãe aqui no Brasil e falava, no máximo, uns 10 minutos. FOI O ERRO. Não façam isso! Se você for ficar um tempo, compensa comprar um chip de alguma operadora local. Se ficar pouco tempo como eu, abuse dos cartões telefônicos. São baratos, úteis e tem milhares de minutos para utilizar. Ou utilize o Skype! 🙂

PESQUISE ANTES DE COMPRAR

Outra dica óbvia, mas importante: sempre pesquise antes de comprar qualquer coisa! Claro que muitas coisas em Vancouver vão parecer super baratas, mas não compre no primeiro lugar que você encontrar. Bata perna, vá em outras lojas ou estabelecimentos. Você sempre vai encontrar algum lugar mais em conta.

Dicas dadas, vamos ao que interessa: quanto gastei em Vancouver. Lembro que essa é apenas a MINHA experiência. Você pode sempre encontrar opções mais baratas, opções mais caras, ok? Outra coisa importante de ter em mente: eu já tinha passaporte, então não gastei com isso. Como minha mãe trabalha na mesma empresa que fechei a viagem, a ACM, não paguei o valor da agência e também consegui a hospedagem de cortesia, então pode adicionar mais uns R$ 2.000,00 tá? E esse valor é para uma média de 1 mês (lembrando que paguei isso há 4 anos, o dólar subiu, os valores mudaram). valores-vancouver

Importante: Eu não fiz nenhum passeio caro, nem fui para Whistler, Banff ou Rocky Mountais, ok? Essas viagens são maravilhosas, mas são carinhas e eu não tinha cacife, rsrs. 🙂 Além disso, também não comprei muita roupa por lá, quis mesmo era aproveitar o lugar. Então depende muito do seu estilo, ok?

E ai, o que você achou? Não é lá super barato, um dinheiro que a gente tem na conta corrente (rsrs), mas é um excelente investimento e eu super indico. Infelizmente já passou, mas quem sabe não surge outra possibilidade de intercâmbio para contar para vocês, né? 🙂 Um beijo, e até mais!

Anúncios

19 comentários sobre “Meu Intercâmbio em Vancouver / Canadá (Parte 9) – Quanto gastei na viagem

  1. Olá. Muito legal tuas dicas. Estou embarcando para Vancouver em agosto e vou ficar até dezembro. A meta é aprender bem o inglês, e sobre isso queria te fazer uma pergunta. Quanto você conseguiu absorver nesse período de 1 mês que vc ficou em Vancouver ? Achas que 3 meses e meio é o suficiente para ter um bom conhecimento a nível de intermediário à avançado ?

    Obrigado :*

    Curtido por 1 pessoa

    • Oi Márcio!! Que bom que você está gostando das dicas, seja muito bem vindo! 🙂 Então, eu absorvi bastante, mas já fui para Vancouver com nível avançado no inglês. No seu caso, 3 meses dá para avançar muito na língua, sem dúvidas! Só se atente para não ficar muito com brasileiros, tem muito conterrâneo nosso na cidade, rsrs. Quanto menos você falar português, mais rápido você terá fluência na língua e três meses é um ótimo tempo! Beijão e obrigada pela visita!

      Curtir

  2. Parabéns pelo blog, Júlia. Adorei as dicas. Vou à Vancouver no início de outubro. Estou super ansiosa. Anotei as suas dicas de passeios, compras, etc. Muito úteis para mim.
    Com essa alta do dólar, o meu pacote de intercâmbio de 4 semanas, em homestay, e com as passagens aéreas, ficou em R$ 11.000,00. É caro, mas como vc mesmo disse, é um investimento.
    Obrigada. 🙂

    Curtido por 1 pessoa

  3. olaaa!! simplesmente amei o seu post, estou planejando fazer um intercambio de 1 ano para Vancouver, mas vai demorar 1 ou 2 anos principalmente com essa alta absurda do dólar ne?! mas enfim, gostaria de te perguntar se na escolha de onde você iria morar se você foi nas “cegas” ou se alguém te indicou? Pois, essa parte é bem difícil morar com pessoas assim que você nem conhece vai saber… hahah
    desde já agradeço! beijosss

    Curtido por 1 pessoa

  4. Ola,acabei de ler todos od posts sobre seu intercambio e amei todos,estou estudando ingles e quero muito fazer um intercambio,suas dicas ajudaram muito ,claro q meu intercambio nao vai ser logo mas ja posso ir me programando financeiramente.um abraço ate

    Curtido por 1 pessoa

  5. Olá, gostei muito do seu blog. Vou para Vancouver em janeiro mas a ansiedade é muito grande. Seu blog me ajudou muito para tirar minhas dúvidas. Estou muito curioso para conhecer minha hostfamily, irei fazer um curso de férias de um mês na ILAC.

    Curtido por 1 pessoa

  6. Oi Júlia, vou para Vancouver em março de 2016 e voltarei em julho.
    Como tenho 17 anos, sou obrigado a ficar em casa de família, mas acredito que sera muito tranquilo. Gostaria de saber se vc visitou ou passou perto do BC place stadium, estou querendo assistir um jogo de futebol dos whitecaps lá. Além disso quanto em média eu devo gastar com uma refeição lá? Lembrando que a minha estadia possui pensão completa, mas nem sempre vou ficar em casa, já que meu horário é das 09:00 as 15:00.
    Também estou pensando em gastar uma graninha em roupas, lembranças, presentes e etc.
    Vancouver é uma cidade barata como em outlets americanos para se comprar roupas e outros artigos?
    Parabéns pelo bom trabalho, obrigado.

    Curtir

    • Oi Matheus! Tudo bem? Que experiência bacana, com certeza você vai adorar! Tive muitos amigos que ficaram em homestay e gostaram bastante, acho que você vai se adaptar bem. Eu passei próximo ao BC Place Stadium mas não assisti a nenhum jogo lá, mas com certeza você consegue assistir e comprar os ingressos sem problema, é bem tranquilo! Sobre refeições, depende muito do que você gosta de comer e de quanto você está disposto a gastar, mas você come tranquilamente com CAD$ 15 em alguns fast foods. Sobre compras, Vancouver tem alguns outlets mas não se compara aos preços dos outlets americanos, que são bem mais baratos. Com o dólar americano nas alturas, pode ser que você ache no Canadá uns preços bacanas, mas de qualquer forma vale a pena conhecer! Se tiver tempo e visto, vá à Seattle, pertinho de Vancouver e com vários outlets! Um beijo, e boa viagem! 🙂

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s