Falando Sobre: Interestelar

Oi pessoal! 🙂

Há umas três semanas eu e o Pedro, finalmente, assistimos Interestelar. Queríamos ter assistido antes, quando estava em cartaz no cinema, mas não rolou. Assistimos em casa e foi ótimo, a experiência de filme foi bem boa. Claro que num cinema IMAX deve ser muito mais bacana ver aqueles efeitos todos, mas não tem problema. Para quem não sabe, Interestelar foi lançado em 2014 e é um filme de ficção científica que fala bastante de física quântica dirigido pelo sensacional Christopher Nolan (que também dirigiu a última trilogia do Batman – O Cavaleiro das Trevas e A Origem. Ou seja.) e tem quase 3 horas de duração. Eu estava bem apreensiva antes de assistir ao filme, já que não sou lá uma entendedora (não sou nada entendedora, na verdade) de física quântica, então achei que fosse ficar boiando o filme todo. Mas não. QUE FILME. QUE FILME FODA!

image

O longa conta a história de Cooper (Matthew McConaughey), um pai de família, que vive em um Estados Unidos quase pós-apocalíptico. As reservas naturais estão esgotadas e todos vivem, basicamente, de agricultura. Até mesmo Cooper, um ex-astronauta apaixonado pela Ciência. A Terra estava, basicamente, coberta por pós. Super aflição disso. A filha mais nova de Cooper, Murph, encontra uma mensagem “extraterrestre” em seu quarto e ela a decifram com código morse. Ambos vão à resposta dessa mensagem e descobrem um antigo laboratório da Nasa desativado com alguns astronautas fazendo pesquisas para proporem alguma mudança para a Terra. Cooper se junta a essa tripulação (que conta com Brand, interpretada por Anne Hathaway, e outros personagens), por conta de sua anterior experiência, e o grupo tem a missão de verificar possíveis planetas para receberem a população mundial, possibilitando a continuação da espécie. Cooper lidera essa missão, mesmo sabendo que nunca mais veria sua família (já que o tempo no espaço passa mais devagar que na Terra. O filme se passa no paralelo entre Cooper e a tripulação no espaço, passando apuros para descobrir um novo planeta habitável e procurando por antigos astronautas que pudessem estar vivos (foram enviados antes para o mesmo propósito) e entre a vida da família e dos pesquisadores que ficaram na Terra.

image

O filme é brilhante. Confesso que em alguns momentos o meu cérebro deu um nó, mas nada que prejudicasse meu entendimento do filme. As teorias quânticas são colocadas de uma forma super clara, mas se você não tem contato com essa linguagem, como eu, assista ESSE vídeo feito pelo pessoal do Nerdologia (assista antes de ver o filme) que explica bastante, de uma forma bem didática, algumas das teorias abordadas. Eu assisti antes de começar Interestelar e ajudou muito! A interpretação de McConaughey é absolutamente incrível, ele dá uma profundidade notável para Cooper. Ele e a Anne Hathaway fizeram uma bela dupla, me emocionei e fiquei tensa (o filme é BEM tenso) boa parte de Interestelar.

Nolan merece aplausos de pé por esse filme. Eu amei a trilogia de Batman e A Origem é sensacional, mas este filme está em um outro nível. É ousado e muito corajoso. Mistura ficção com física quântica de um jeito ímpar, com efeitos visuais fora do comum, não foi à toa que o longa levou o Oscar de Melhor Efeitos Visuais em 2015. E se você viu o filme e ficou com algumas dúvidas, o Nerdologia também fez um vídeo de explicação, clique aqui para ver. Sobre Interestelar: assista! Assista pela atuação, pela inovação, pelo tema, pelos efeitos. Só assista! Filme MUITO foda, não há outra palavra!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s