Apartamento na Planta e o INCC

Bom dia, semana nova!

Hoje vou falar um pouquinho mais sobre o INCC, um índice maledeto que incide nas parcelas que você paga para a construtora no período de construção do apartamento. Então, para quem pretende comprar um apartamento na planta, fique ligado para não ser pego de surpresa no meio do caminho.

imóvel1

 De acordo com a Fundação Getúlio Vargas, o Índice Nacional da Construção Civil (INCC) mede a evolução dos custos das construções habitacionais no Brasil, ou seja, é a inflação sentida pelas construtoras durante uma obra pelas construtoras durante uma obra. Então, resumidamente, quando você tem prestações mensais com a construtora no período de construção, essas são reajustadas por este índice, então é comum que aumente, mensalmente, o valor que você vai pagar.O grande problema é que este índice pode aumentar bastante durante o ano, e normalmente o orçamento e aumento da renda familiar não aumenta na mesma proporção.

Outra coisa importante para saber: Esse índice não incide somente nas parcelas que você deve para a construtora, ele incide também, mensalmente, no seu saldo devedor total do apartamento! O valor do reajuste não é tão alto, não aumenta muito de mês para mês, mas o valor da parcela é crescente, então é bom ficar atento.

Vejam esse exemplo do site Clube dos Poupadores: “Vamos supor que você comprou um imóvel de R$ 100.000,00 sem entrada. Com base na tabela do INCC, no mês de maio de 2013 a dívida seria corrigida em 2,25%. Passaria de R$ 100 mil para R$ 102.250,00. Fazer este cálculo é simples. Divida 2,25 por 100 e o resultado será 0,0225. Agora multiplique a dívida por este valor e você terá 100.000 x 0,0225 = 2.250,00. Isto significa que sua dívida ficará R$ 2.250,00 maior. Somando isto com os R$ 100 mil podemos dizer que sua dívida agora será de será de R$ 102.250,00.

Para saber mais sobre o índice, e acompanhar mensalmente a inflação do INCC, acesse o Calculador.

Veja o vídeo desenvolvido pela MRV Construtora para exemplificar:

E aí, o que achou? Fique sempre atento a essas informações se for comprar apartamento na planta! x)

Beijinhos.

Anúncios

Gostei de um apartamento na planta – E agora?

Bom dia, segunda-feira! Bom dia, povo!

Hoje vim falar um pouco de como se dá o processo inicial para a compra de um apartamento na planta. Normalmente acontece assim: você vê um anúncio de um apartamento e se apaixona. Vai até o Stand de Vendas e conversa com um corretor (que você pode ter marcado antes, por telefone ou email, ou não), visita o apartamento decorado para dar ainda mais vontade de comprá-lo (rsrs) e conversa com ele.

Nessa primeira conversa, como nem você nem o corretor sabem os valores exatos de entrada e condições de financiamento, faz-se apenas uma simulação do que poderia ser a compra do empreendimento. Eles questionam quanto é a renda mensal da família, quanto vocês tem de FGTS, entrada e tudo mais, apenas para consulta. Gostou da proposta? Você pode, já nesse primeiro encontro, preencher um formulário com várias informações sobre você, seus ganhos e gastos mensais, dados pessoais, entre outros. Depois, você se compromete a mandar digitalizado vários documentos, para verificarem se nas suas condições, a compra do apartamento seria aprovada. Quais documentos são esses?

– RG e CPF;

– Comprovante de residência;

– Certidão de nascimento (ou casamento);

– Extrato completo do FGTS;

– Última declaração de Imposto de Renda (todas as folhas);

– Todas as folhas com anotações da sua Carteira de Trabalho;

– 3 últimos holerites para comprovação de renda. Se você for autônomo, normalmente é solicitado um extrato bancário dos últimos 6 meses da sua conta, para verificar se você tem condições de pagar os valores devidos.

♦ Importante ressaltar que nenhum dos compradores pode ter restrição no CPF junto ao SPC ou Serasa!

Para mais informações, acesse o site da Caixa Econômica Federal.

Então já sabe, gostou de algum apartamento que está sendo lançado, ou pretende comprar algum outro imóvel, já tenha todos os documentos em mãos, avalie se realmente é um bom negócio e, se for, aproveite! Semana que vem conto um pouco mais sobre o INCC, que incide mensalmente nas parcelas que você paga para a corretora no período de construção do imóvel!

O que acharam? Já compraram apartamento na planta? Compartilha comigo!

Beijos! x)